top of page
  • Foto do escritorMMarte

15ª CRASH abre inscrição para oficinas gratuitas


São duas as oficinas ofertadas pela CRASH - Mostra Internacional de Cinema Fantástico.

As vagas são limitadas e as inscrições estão disponíveis no link: www.mostracrash.com/oficinas Confira a seguir as informações:

RESSIGNIFICANDO O MONSTRO: A HISTÓRIA TRANSFORMADORA DO CINEMA DE HORROR "QUEER"

Datas: 09 e 10/12/2023 (sábado e domingo) Ministrante: Beatriz Saldanha Horário: 15h às 18h Local: Online (via Zoom) Pré-requisito: Idade mínima 16 anos
 Carga-horária: 6 horas

Ementa: Explorando o papel do monstro como representação de medos coletivos e ansiedades sociais, a oficina aborda a presença do elemento "queer" na história do cinema de horror. Desde representações simbólicas em Hollywood até abordagens mais transgressoras, como o impactante Rocky Horror Picture Show, examinaremos a evolução do horror queer. Destacaremos realizadores influentes, como Clive Barker e Yann Gonzalez, e discutiremos produções contemporâneas, como a trilogia Rua do Medo (2021) da Netflix. O curso, ministrado por Beatriz Saldanha, proporcionará uma perspectiva histórico-analítica em duas aulas de três horas cada.

Beatriz Saldanha: Pesquisadora, crítica, curadora e realizadora cearense radicada em São Paulo, escreve regularmente sobre filmes para livros, encartes de homevideo e catálogos de mostras, além de integrar curadorias e júris de festivais pelo país. Doutoranda em Comunicação Audiovisual (UAM-SP), ministra palestras e cursos livres sobre cinema. Atualmente, realiza doutorado-sanduíche como pesquisadora convidada na Universidade de Sorbonne (Paris). Mantém a revista eletrônica Les Diaboliques, com foco em filmes de horror. CRIAÇÃO DE TRILHAS SONORAS PARA FILMES DE TERROR Datas: 08 e 09/12/2023 Ministrante: Paulo Beto Horário: 14:30h às 17:30h Local: Escola Goiana de Desenho Animado Alameda do Botafogo, nº 235, Sala 2 - Centro Pré-requisito: Idade mínima 16 anos Carga-horária: 6 horas Vagas: 15 alunos

Ementa: A oficina oferece um repertório básico para a produção de trilhas e efeitos sonoros no cinema fantástico. Com foco na condução emocional, serão abordados temas como introdução, análise de trabalhos, planejamento, práticas de composição e gravação, finalização e mixagem. Utilizando trechos de filmes, os participantes experimentarão conceitos e discutirão estéticas, possibilitando uma imersão na criação sonora para filmes de terror.

Paulo Beto: Músico e compositor de trilhas sonoras, é natural de Juiz de Fora (MG) e reside em São Paulo desde 2001. Com ampla experiência no estúdio de animação e efeitos especiais VETOR LOBO, concentrou sua paixão na criação musical para cinema de gênero, especialmente em filmes de terror. Especializado na linguagem do estranhamento e do absurdo, suas influências vão desde o surrealismo de Jan Svankmajer até clássicos contemporâneos como “A Bruxa”, “Hereditário” e “Sob a Pele”, além de obras icônicas como “O Exorcista”, “O Iluminado” e “O Bebê de Rosemary”. Com mais de uma dezena de filmes em seu verbete no IMDB, abrangendo curtas e longas de renomados diretores, como Dennison Ramalho e Paulo Sacramento. Alguns de seus trabalhos mais recentes incluem as trilhas de "O Olho e a Faca" (2018) e "Morto Não Fala" (2018). Além de criar trilhas para filmes contemporâneos, Paulo Beto experimentou na sonorização de filmes mudos expressionistas. Com sua banda Anvil FX, desenvolveu uma trilha original e alternativa para "Encarnação do Demônio" (2008), apresentada ao vivo no Étrange Festival em Paris.

25 visualizações0 comentário
bottom of page